Domingo, 6 de Janeiro de 2013

...



Nooo... even from this angle you are still retarded...



publicado por devaneios demarcados às 19:27
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Janeiro de 2013

2013.

 

«In your life, you meet people. Some you never think about again. Some, you wonder what happened to them. There are some that you wonder if they ever think about you. And then there are some you wish you never had to think about again. But you do.»




publicado por devaneios demarcados às 20:35
link do post | comentar | favorito
Domingo, 30 de Dezembro de 2012

Deste razão ao meu 0912.

«De duas ou mais dores simultâneas, a nossa atenção escolhe uma e quase esquece as outras. Na ruína do nosso tempo, vê se escolhes o mais importante dela. Evitarás assim o ridículo de chorar a perda de um alfinete numa casa que te ardeu. E a História olhar-te-á com simpatia - talvez vá mesmo para a cama contigo.»




Vergílio Ferreira


publicado por devaneios demarcados às 10:38
link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Outubro de 2012

...

Sometimes heady,

sometimes deleted,

sometimes desired,

sometimes nothing.





publicado por devaneios demarcados às 20:23
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 30 de Setembro de 2011

#

Absence makes the heart go fucking insane!

 

Never mind...I'll find someone better than you...

 

 


publicado por devaneios demarcados às 14:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 29 de Julho de 2011

O silêncio vai ser a tua melhor arma até quando?

O silêncio magoa muito mais...

 

Custa tanto saber que já nem sequer queres saber nada de mim!

 



publicado por devaneios demarcados às 11:35
link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Julho de 2011

E com que leviandade...

«Acordo todas as manhãs com este zumbido e a certeza que não vais voltar.

Cansada de me convencer que, apesar e acima do teu individualismo estava a tal inevitabilidade a que nos submetemos e chamamos amor.

Pensei que, com todo o amor que sentia por ti te iria suavizar o coração e de alguma forma fazer parte do teu equilíbrio, tornando-me subtilmente indispensável. Nunca pensei enganar-me tanto. Mas só agora percebo que o teu amor por mim não foi uma inevitabilidade, mas uma escolha. Alguém que te chamou a atenção e que um dia decidiste que querias atravessar, com a intuição certeira de um animal selvagem que procura refugio temporário, quando está cansado. Sei que não vinhas a fugir de nada, nem à procura de coisa nenhuma. Mas acho que quando eras pequeno te arrancaram uma parte de ti, e desde então ficaste incompleto e perdeste, quem sabe talvez para sempre, a capacidade de adormecer nos braços de alguém sem que penses no perigo de ficar na armadilha do carinho para todo o sempre. Não, o teu amor por mim, volto a dizê-lo, não foi uma inevitabilidade, mas uma escolha feita com a leveza e a frontalidade com que fazes tudo na vida. Por isso te foi tão linear - e repara que não escrevo a palavra fácil - escolher outro caminho. Mas não foi assim para mim. Entraste a 200 à hora na minha vida, e quando te vi pela primeira vez a passar a porta da minha casa onde viveste quase um ano quase todos os dias, deixei-me levar por essa inevitabilidade, submetendo-me a tudo o que depois se seguiu, e chamando-lhe amor.

Um amor total, gratuito, despojado, com o corpo, a cabeça e o coração todos enterrados lá dentro.»

 

Não podia ser mais perfeito!...  

 

~

 



publicado por devaneios demarcados às 19:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 21 de Julho de 2011

O fim.

Ok. E acaba tudo assim. Com um vazio.

 

Adeus.

Talvez tenha saudades!

 


publicado por devaneios demarcados às 00:35
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Julho de 2011

?

Dizem que existe apenas um amor verdadeiro em toda a nossa vida!...

 

«Everyone tells you that you deserve better. Then no one is willing to give it to you.»

 


publicado por devaneios demarcados às 17:29
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Julho de 2011

...

Continuas a não ser tu o homem que com mais facilidade me parte o coração...todos os dias.

 


publicado por devaneios demarcados às 23:31
link do post | comentar | favorito
«A man should look for what is, and not for what he thinks should be.» __________________________ - Albert Einstein
«...things don't have to be extraordinary to be beautiful. Even the ordinary can be beautiful.»

*Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


*posts recentes

* ...

* 2013.

* Deste razão ao meu 0912.

* ...

* #

* O silêncio vai ser a tua ...

* E com que leviandade...

* O fim.

* ?

* ...

*arquivos

* Janeiro 2013

* Dezembro 2012

* Outubro 2012

* Setembro 2011

* Julho 2011

* Junho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Agosto 2010

* Julho 2010

* Maio 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

*mais sobre mim

*pesquisar