Domingo, 30 de Maio de 2010

Maybe.

Anteriormente, o teu silêncio tomava-me todo o singular dia, e tentei aprender a viver com ele...

 

Ambos sabemos que tens receio mas que, à tua maneira, me sabes amar, apesar de todas as desculpas inteligentes.

 

E porque repetes tudo num puro acto de desejo se me pretendes esquecer?

E afinal o que sentes tu verdadeiramente por mim?

Nunca mo elucidarás...

 

 

Não ligo ao que os outros pensam, sabes. Não quero, muito menos, ter conhecimento do que dizem acerca das minhas escolhas!

Reparo que tens imensos defeitos. Porém nunca quis que fosses perfeito, uma utopia idealística. Nunca te vi de tal modo.

«Às vezes gosto de te insultar em segredo!

Gosto de ti mesmo quando te esqueces do que te peço, do que te digo. Gosto de ti quando me provocas os ataques de ciúmes mais subtis.»

 

Para o bem ou para o mal, não são os outros que me magoam e me fazem chorar. Que me fazem sorrir.. Os outros que invejam, que falam...

 

 

0912


publicado por devaneios demarcados às 18:36
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Lara a 31 de Maio de 2010 às 22:12
lindo....**


Comentar post

«A man should look for what is, and not for what he thinks should be.» __________________________ - Albert Einstein
«...things don't have to be extraordinary to be beautiful. Even the ordinary can be beautiful.»

*Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


*Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

*posts recentes

* ...

* 2013.

* Deste razão ao meu 0912.

* ...

* #

* O silêncio vai ser a tua ...

* E com que leviandade...

* O fim.

* ?

* ...

*tags

* todas as tags

*mais sobre mim


* ver perfil

* seguir perfil

. 7 seguidores

*pesquisar