Quinta-feira, 12 de Agosto de 2010

E afinal não morreste ( . )

Diligenciei o que obtivera por tempo indefinido...

 

Surpreendida numa das mais ocultas e silenciosas armadilhas da época. Sobrevivera por acaso dissimulado.

 

Restitui o meu vazio interior. Acontece que te tornaste nesta demência existencial! Completavas-me a cada segundo obstinado. Preenchida de felicidade...

 

E neste presente real sou sugada pelo medo, circunstância inata ao tempo que se torna irrecuperável. Imediatamente agora que tenho tanta convicção!

Isto tudo porque o que mais tenho é receio de te perder de novo ( . )

 

0912


publicado por devaneios demarcados às 00:53
link do post | comentar | favorito
«A man should look for what is, and not for what he thinks should be.» __________________________ - Albert Einstein
«...things don't have to be extraordinary to be beautiful. Even the ordinary can be beautiful.»

*Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


*posts recentes

* ...

* 2013.

* Deste razão ao meu 0912.

* ...

* #

* O silêncio vai ser a tua ...

* E com que leviandade...

* O fim.

* ?

* ...

*arquivos

* Janeiro 2013

* Dezembro 2012

* Outubro 2012

* Setembro 2011

* Julho 2011

* Junho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Agosto 2010

* Julho 2010

* Maio 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

*mais sobre mim

*pesquisar