Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

Do Grande e Do Pequeno Amor

«É um estudo sobre a inevitabilidade da vida em estado de guerra, e sobre o amor que se insere nas entrelinhas das  batalhas.» ... o epílogo do livro do qual amei cada frase que li repetidamente.

 

Queimou-me por dentro, afogou-me em pensamentos, em recordações vividas. . . o Amor bruto em estado líquido, uma palavra esmagada!

 

Fracasso.

 

A dor é um belo derrame. Eles não vão parar.

 

«Sem ti a vida dói»

«Ainda mais do que comigo!?»

 

«Talvez faltasse pouco para aprenderem que a necessidade de uma guerra leva décadas e revelar-se.»

 

 

«Maravilhosamente estragado. Para sempre»

 

 de Inês Pedrosa e Jorge Colombo.

 

 

«Não aprenderão a resistir à revelia dos seus nomes»

 

 

sinto-me:

publicado por devaneios demarcados às 14:03
link do post | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


«A man should look for what is, and not for what he thinks should be.» __________________________ - Albert Einstein
«...things don't have to be extraordinary to be beautiful. Even the ordinary can be beautiful.»

*Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


*Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

*posts recentes

* ...

* 2013.

* Deste razão ao meu 0912.

* ...

* #

* O silêncio vai ser a tua ...

* E com que leviandade...

* O fim.

* ?

* ...

*tags

* todas as tags

*mais sobre mim


* ver perfil

* seguir perfil

. 7 seguidores

*pesquisar